terça-feira, 16 de setembro de 2014

Quem é você, Alasca?

“Por que você fuma tão depressa?”, perguntei. Ela me olhou e abriu um sorriso largo, e um sorriso assim tão largo em seu rosto estreito talvez lhe desse um ar meio tolo, não fosse a inquestionável elegância de seus olhos verdes. Ela sorriu com todo um encantamento de uma criança na noite de Natal e disse: “Vocês fumam para saborear. Eu fumo para morrer.”


quinta-feira, 24 de julho de 2014

Anne Frank

Quanto a mim continuarei calada e fria e nunca terei medo da verdade. É sempre melhor não adiar o que tem de se dizer. 

domingo, 13 de julho de 2014

Nicholas Sparks.

— Você sabe que não devia encarar as pessoas desse jeito. As mulheres gostam dos homens que sabem ser sutis.
— Não, as mulheres gostam dos homens que as sigam até o fim do mundo, se for preciso.
  

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Anjos.

Era uma pessoa igual a cem mil outras pessoas. Mas, eu fiz dela um amigo, agora ela é única no mundo. Obrigada Maicon
"Crianças" muito especiais e iluminadas, me deixam feliz a cada visita. Tudo de bom ficar com vocês, e até pedido de casamento teve pelo meu querido Maicon. 

A culpa é das estrelas.

“Quando você chega à Emergência de um hospital, uma das primeiras coisas que eles pedem é que você dê uma nota para a sua dor numa escala de um a dez. A partir daí eles decidem que medicamentos prescrever e a velocidade com que têm de ser administrados. Passei por essa situação centenas de vezes no decorrer dos anos, e me lembro de uma vez, logo no início, em que eu não estava conseguindo respirar e parecia que meu peito pegava fogo, as chamas lambendo meu tórax por dentro, tentando encontrar um jeito de sair e queimar o lado de fora, e meus pais me levaram para a Emergência. Uma enfermeira me perguntou sobre a dor e eu não conseguia nem falar, então mostrei nove dedos.Depois, quando eles já tinham me dado alguma coisa, a enfermeira voltou e ficou meio que acariciando minha mão enquanto media a minha pressão arterial, então disse: Sabe como eu sei que você é guerreira? Você chamou um dez de nove.
Mas não foi exatamente o que aconteceu. Eu chamei aquilo de nove porque estava poupando o meu dez. E aqui estava ele, o grande e terrível dez me açoitando sem parar, e eu ali sozinha, deitada na minha cama, olhando fixamente para o teto, as ondas me jogando de encontro às pedras e depois me puxando de volta para o mar a fim de poderem me lançar mais uma vez na face chanfrada do penhasco, me abandonando na água, boiando, o rosto virado para cima sem me afogar. (Pág. 237)

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Sete, dez, quinze, dezoito anos e ainda não há nada mais do que uma folha de papel em branco, a promessa que o mundo pode ser do jeito que quero. Um lugar mágico, emocionante, possível. As borrachas apagam os erros. Outra camada de tinta para cobrir tudo. Preto e vermelho e roxo e azul. Sempre azul.

- Romeu e Julieta , William Shakespeare

Meu único amor, nascido do meu único ódio!
Conhecido por acaso e tarde demais!
Como esse monstro, o amor, brinca comigo
Apaixonar-me pelo inimigo.

domingo, 29 de junho de 2014

Cidade dos Anjos Caídos.

 “Corações são frágeis. E acho que mesmo quando você o cura, você nunca será o que foi antes.” 

sábado, 28 de junho de 2014

Kristen Stewart

"Sinceramente, não entendo essas garotas que julgam as outras pelo tamanho do cabelo ou pelo nível de feminilidade. temos que ser mais do que aparência" 

sexta-feira, 27 de junho de 2014

terça-feira, 24 de junho de 2014


Clarissa Corrêa.

Minha prima também já partiu meu coração. Uma vez brigamos e nos dissemos coisas feias. Também parti o dela, eu sei. Minha melhor amiga já partiu meu coração. Meu pai já partiu meu coração. Minha mãe. Meu irmão. E eu já parti o coração de todos eles. Oh, que pessoa horrível eu sou. Oh, que pessoas horríveis eles são. Que nada. Partir o coração do outro é a coisa mais natural do mundo. E só acontece porque a gente espera uma coisa e recebe outra. Isso se chama expectativa. Quando ela não é correspondida dá um vazio dentro do peito. Isso se chama decepção. E tudo isso existe desde que o mundo é mundo. Só precisamos aprender a lidar. Confesso que tento diariamente.

domingo, 22 de junho de 2014

Cartas para Julieta

"E" e "Se" duas palavras simples e inofensivas como qualquer palavra. Mas quando juntas "e se.." podem causar estragos inimagináveis" 

domingo, 5 de janeiro de 2014

Bells e outros contos.

Estou aqui, sentada na beira do lago vendo o crepúsculo do dia, como queria que você estivesse junto, queria poder continuar aquela nossa conversa, dar aquelas risadas no meio do papo, que só você conseguia fazer. Respirei fundo e pulei no lago.
Atordoada de pensamentos, coração frágil...eu só queria um descanso.
Ficar sozinha não era desespero pra mim, adorava passar horas sozinha, desenhando, pintando minhas amadas telas, dando vida ao que merece.
No meio das minhas atividades rotineiras, você me vinha sempre em pensamento, não que eu gostasse de me torturar pensando em você, mas simplesmente vinha e ás vezes eu não conseguia evitar.
Você sabe, sempre soube que me tem...me tem por inteira, me tem mesmo quando eu nego, me tem de todas as formas possíveis desse mundo, e talvez além dele.
Sua partida não tornava nada fácil os dias aqui, mas eu suportava. Suportava porque você me pediu pra ficar bem, suportava porque eu te conheço, sei que não gostaria de me ver triste. Você é o tipo de cara que nunca quer ver ninguém mal. Você dá suas "mancadas", mas quem nunca errou? Eu ''tô'' aqui sempre pra você e você tá sempre pra mim. Mesmo com tudo, eu ainda ''tô'' aqui...isso significa muito.
Nunca fui o tipo de garota que gosta de sair, que gosta de festar...gostaria de ser assim.
Prefiro ficar no meu canto, lendo meu livro, desenhando, pintando minhas telas e tocando uma boa música no meu violão. Não te culpo por ir, eu sempre gostei de carreira solo mesmo.



- Bells e outros contos.